Preso “o príncipe da fraude”, o que engambelou Beto Richa

A polícia brasileira prendeu o italiano Luigino Fiocco, procurado pelas autoridades de Milão. Fiocco é acusado de fraudes que totalizam 200 milhões de euros. O sujeito chegou a participar de uma missão ministerial à China, para a construção de uma fábrica de helicópteros, e foi condenado na Itália a um total de 10 anos e 9 meses de prisão. Continue reading